sexta-feira, 24 de maio de 2013

Sobressalto - Kenneth Cook


Sobressalto - Kenneth Cook
"um homem sentia que tinha que ou beber ou explodir seus miolos"
(ainda não tinha passado por sua cabeça que escolher o primeiro não evitaria o segundo)


Sobressalto, Kenneth Cook, tradução Maria Alice Stock. - São Paulo : Grua Livros, 2010.
 
Simplesmente surpreendente o livro Sobressalto, de Kenneth Cook, que adquiri após a dica de um caro leitor do Blog.
Leitura de um só fôlego, de adentrar madrugada com os olhos pregados nas páginas ávidos por acompanhar o rumo que leva o personagem principal, o jovem professor John Grant, em sua trajetória pelo semi-deserto australiano, naqueles cinco dias em que estivera em um pesadelo em vida.
A narrativa envolvente, econômica em palavras e um excelente poder de visualização, acompanha a trajetória desse professor  que parte rumo a seis semanas de férias em Sidney, onde pretende encontrar Robyn, uma mulher que imunda seus sonhos, após período escolar na minúscula Tibonga, passando por Bundanyabba, uma pequena cidade mineradora onde ocorre o todo o desfecho do romance.
Como em um pesadelo, após experimentar o jogo, Grant passa dias, sem o desejar, em companhia de sujeitos que não conhece, caçando cangurus, curando uma ressaca com outra, onde a cerveja é sempre servida gelada, em detrimento de água, bem escassa, que já não se recorda existir após ultrapassar o limite do seu senso moral. Assim vê surgir um Grant rude, que vivencia um mundo rude e selvagem esmagado pelo calor e encharcado de suor, poeira e cerveja, um mundo em que as pessoas têm jeitos de viver que lhe são complemente estranhos:
 
"Traço peculiar esse das pessoas do oeste, pensou Grant, eu você pudesse dormir com suas esposas, espoliar suas filhas, aproveitar-se deles, defrauda-los, fazer quase qualquer coisa que significaria no mínimo ostracismo na sociedade normal, e eles nem pareceriam notar. Mas recuse-se a beber com eles e você de imediatamente se torna um inimigo mortal. Que diabos...".
 
O romance foi publicado pela primeira vez em 1961 quando Kenneth Cook tinha trinta e dois anos. Era seu segundo romance e um sucesso editorial, publicado na Inglaterra e nos Estados Unidos, traduzido para várias línguas, e adotado como leitura obrigatória nas escolas. Após quatro décadas de sua publicação o livro retém seu frescor, sua narrativa ainda envolve, e sua visão sombria ainda inquieta.

Kenneth Cook nasceu em Sidney, em 1929, e morreu em 1987. Escreveu 21 livros, vários roteiros e também trabalhou como diretor de cinema. De sua estada como jornalista em Broken Hill, pequena cidade no coração outback, o deserto australiano, vieram as observações que deram origem a Sobressalto, seu mais famoso livro, ou Ware in Fright. Chegou às telas em 1971, em um filme que ficou mundialmente conhecido pelo nome de Outback.
 

2 comentários:

  1. Anônimo,
    Obrigado pela visita e comentário.
    Saudações literárias.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails